Mais no Memória Viva
Carlos Estevão
 
Dr. Macarra
 
A revista Dr. Macarra, apesar de sua breve existência (somente nove edições), é uma das mais marcantes na história das Histórias em Quadrinhos no Brasil. Era editada e totalmente desenhada por Carlos Estevão, conhecido por seus trabalhos na revista O Cruzeiro.

O número 1 de Dr. Macarra é datado de 1º de abril de 1962. Nele são apresentadas três histórias completas de alguns personagens criados por Estevão: Dr. Macarra, Sharleck Halmes e Pimpo Aragão. O primeiro aparece logo na abertura com a história Um playboy na FEB (ela pode ser lida, na íntegra, no site de Carlos Estevão) e mostra, em seis páginas, as versões heróicas contadas por Dr. Macarra para seus vexames e picaretagens durante o tempo que serviu ao exército. Em O pavoroso crime da viúva Chreston, os personagens Sharleck Halmes e seu assistente Watson dão volta e mais voltas para desvendar um mistério. Uma curiosidade: nas histórias desse personagem, o autor assinava como Sir Charles Stevens. A terceira história é a de Pimpo Aragão, o demagogo de Quirikomba.

A revista apresenta ainda outras séries criadas por Estevão – Ser Mulher, As aparências enganam, Perguntas Inocentes e O casamento - Antes e depois –; duas historietas intituladas A força do destino e Jael, a Martyrisada; e uma página com cinco cartuns intitulados Diga trinta e três!.

Foi editada pela Empresa Gráfica O Cruzeiro, em formato 17x25cm, miolo em uma única cor e capas coloridas.

 
Retorna à página da área NÚMERO 1
 

Título
Dr. Macarra

Lançamento
Abril de 1962

Número de páginas
36