JA - Jornal de Amenidades
 
O JA era uma jornal em forma de revista, idealizado e editado por Tarso de Castro, criador ou co-criador de vários outros periódicos, que reunia o pessoal mais cabeça dO Pasquim, como Luiz Carlos Maciel, Martha Alencar e Ronald Bôscoli.

O primeiro número do Jornal de Amenidades trazia na capa um gigantesco JA e uma foto de Elis Regina, a quem dispensaria outras seis páginas. Não havia chamadas para o conteúdo e nem um editorial de apresentação. Só na página 26 há um pequeno texto como introdução ao que seria uma pesquisa feita pelos principais colaboradores para avaliar a a receptividade do público a um jornal como aquele. Dizia:

Nós resolvemos fazer um jornal nôvo. Coisa difícil neste País. Por isso mesmo passamos meses trancados numa sala discutindo muito. O pau comeu entre nós. Discutimos de nôvo. Trocamos idéias, conceituamos pacas. Não era nada disso. O jornal tinha que nascer das necessidades do público. Sabemos que tempos um público mais ou menos definido: gente nova, ou que aceita idéias novas...

Em suas páginas, textos rápidos sobre teatro, música, cinema, mercado, propaganda. Enfim, amenidades. Tudo de forma muito descontraída e bem humorada.

O expediente, no rodapé da última página, dava o tom da publicação:

JA – Jornal de Amenidades, um babado de Tarso de Castro, tendo nas editorias Martha Alencar e Luiz Carlos Maciel, ao lado do não menos Ronaldo Bôscoli; graficamente as artes de Amílcar de Castro e seus fiéis Walter Brandão e Lapi (desenhos), atuando na secretaria de redação as belas Elizabeth de Carvalho e Martha Flaksman, todos sustentados pela eventual verba de publicidade conseguida por Ewaldo Albano. Pra o cargo de diretor-responsável condenamos Ronald Lopes da Silva. Somos fotografados por Paulo Góes.

Curiosidade: a página 31 trazia a estréia de uma seção fixa chamada Planeta Diário. Fazia as vezes de primeira página do fictício jornal e apresentava apenas notícias sobre personagens de histórias em quadrinhos. No cabeçalho, o expediente dava Perry White como Diretor-responsável e, como repórteres, Clark Kent, Myrian Lane e Jimmy Olsen. Também apresentava uma efeméride: Há 33 anos – Superboy era batizado em Pequenópolis. Treze anos depois, em 1984, a idéia seria usada por outros três jovens que saíam dO Pasquim - Hubert, Reinaldo e Cláudio Paiva. Mais adiante, eles se uniriam ao grupo de humoristas da Casseta Popular. O resultado foi o grupo Casseta & Planeta, que passou para a tevê e permanece no ar até os dias de hoje

 
Retorna à página da área NÚMERO 1
 

Título
Jornal de Amenidades

Lançamento
Junho de 1971

Número de páginas
40