Guarujá não veste shorts

Reportagem de NEIL FERREIRA,
AUDÁLIO DANTAS e GEORGE TOROK

BAILE paulista com o rótulo bemé propriedade por duas noites de carnaval do Guarujá. Como aconselha o figurino bandeirante, festa de salão é coisa séria. Assim, quem quiser ir de short ou de tomara-que-caia é melhor comprar passagem para brincar no Rio. Em Guarujá a coisa é assim. Não adianta protesta. E quando o baile entra na fase mais animada (após alguns uísques), as damas só podem tirar os sapatos. É um baile de pés descalços. Com os sucessos musicais (cem vêzes o Me dá um dinheiro aí) termina a festa. Na 2.ª feira, paulistas bem estavam na Velhacap para o baile do Municipal.

O Cruzeiro on line é um trabalho de preservação histórica do site Memória Viva