Martha La Paz
Nasce uma nova estrêla para o Cinema Nacional

Reportagem de MIGUEL ANGELO e INDALÉCIO WANDERLEY

- Estava na praia de Copacabana quando de repente um coleguinha me perguntou por que eu nunca tinha tentado fazer cinema. Pensei que fôsse brincadeira, mas no dia seguinte fui até o Solar da Fossa com minha mãe e estava incluída no elenco de O Amor em Quatro Tempos, para fazer o papel de uma garotinha que levava o Wanderley Cardoso ao altar.

Martha La Paz repete a mesma história a todos que perguntam como surgiu no cinema. Sem fazer o charme das estrêlas, ela conta os detalhes entre um sorriso e outro, que realçam sua beleza alva de cabelos loiros e olhos castanhos. No entanto, nada mudou para ela, que ainda continua assistindo às aulas no colégio e lamentando o pouco tempo que lhe resta para bater papo com suas amiguinhas.

Marthinha confessa que achou tudo muito bacana e que se emocionou nas cenas do casamento, mesmo sabendo que aquilo tudo não passava de um filme.

- Quando vivi a cena do matrimônio, o silêncio da Capela Mayrink me emocionou e não conseguia dizer nem mesmo o sim que estava no texto.

Depois do filme, passou a figurar nos mexericos das colunas de música jovem, nas quais era apontada como a futura espôsa do cantor Fábio. Tudo não passava de uma campanha publicitária para promover o cantor e ela. Mas a história quase acaba mal, pois uma cantora apaixonada pelo rapaz quis saber de tudo certinho e, muito aborrecida, procurou Marthinha, que agora esclarece:

- Felizmente tudo deu em nada e não houve mais brigas.

Logo após o filme, Martha foi contratada como recepcionista de uma loja de flôres do Rio. Aos fregueses distribuía bombons e os orientava nas compras. Passou pouco tempo por lá, pois a sua beleza menina cativou os produtores do filme O Donzelo, ainda para ser lançado, que a convidaram para trabalhar ao lado do ator Flávio Migliaccio.

De sua família e amigos tem recebido todo o apoio necessário para alcançar o sucesso na carreira que escolheu. Assim que tiver um tempinho pretende estudar arte dramática, mas não vai deixar de completar o ginasial.

- Quero continuar a fazer cinema e estudarei para obter melhores desempenhos. Serei uma verdadeira estrêla.

 

O Cruzeiro on line é um trabalho de preservação histórica do site Memória Viva