Retorna para "Mais Luz"

Livros

Trágico Black-out

     Trágico Black-out, livro de estréia de Luz del Fuego, foi lançado em 1947.

     A autora começa dando possíveis explicações para as origens da prostituição e do lesbianismo. O romance de 286 páginas apresenta, de forma disfarçada, situações vividas por Luz. Seu irmão Attilio conseguiu comprar mais da metade da edição de mil exemplares e colocou fogo nos volumes. Na orelha da capa, era anunciado um segundo livro com o título de Rendez-vous das Serpentes, que nunca chegou a ser publicado.

Em nota introdutória, Luz apresenta o livro da seguinte maneira:

Ao publicar o meu primeiro livro, a minha sensação é a mesma de quando me desnudei diante do primeiro homem. É a voz do íntimo que aqui se desnuda. Não é o “manto diáfano da fantasia” que pretendo oferecer ao leitor e sim aquilo que colhi dentro da vida, numa ampliação real dos que vivem e amargam sob um sensualismo incontido, e em volta do qual vibram numa inquietante inveja, numa constante ambição e num angustioso duelo entre o Homem e o Dinheiro.

Não quis tornar o meu livro imoral com exaltações de linguagem, tão explicáveis na vida de uma transviada. Quis torná-lo simplesmente real, sabendo-se que pura arte e realidade podem muitas vezes andar de mãos dadas. Tão real que a mera prudência avisa nada terem de comum com o teatro da vida os personagens e fatos nele contidos, senão possíveis coincidências.

Fui buscar nos anais da História a origem da Prostituição, pois o mundo está repleto de sequazes ou discípulos que ignoram completamente como surgiu este culto a cujos altares tantas filhas de Eva se inclinaram ignaras de sua origem. Certo não trago novidades, mas vulgarizo o que a História guarda nos seus arquivos empoeirados e só surge em raro volume especializado que os comodistas não procuram...

 

Página principal do site MEMÓRIA VIVA

Página principal | Biografia | Ilha do Sol | Fotos | Mais Luz