Corrigindo alguns erros de informação

  • Estevão ou Estêvão?
    Estêvão, com acento. Você poderá encontrar assinaturas de Carlos Estevão sem o acento ou seu nome grafado assim em várias reportagens sobre ele. Originalmente, como informa Antônio Estêvão (irmão de Carlos), o nome é acentuado. Curiosamente, o acento não foi passado às gerações seguintes. A modernização da grafia foi anterior à retirada dos acentos circunflexos de palavras como êle, êste e aquêle.
    É comum também escutar pessoas referirem-se ao desenhista como Carlos EsteVÃO, colocando a tônica na última sílaba. No entanto, a pronúncia correta, com ou sem acento, é EsTÊvão.
    Até mesmo em documentos, encontramos as duas grafias.
    Aqui no site, optamos pela grafia moderna, sem acento, mas não poderíamos deixar de fazer este esclarecimento.
    .
  • Qual é a data de nascimento de Carlos Estevão?
    Carlos nasceu no dia 16 de setembro de 1921.
    Informações mal apuradas e publicadas em alguns jornais que cobriram seu falecimento podem dar a entender que ele teria nascido em 1922.
    .
  • E a data da morte?
    Carlos faleceu no dia 14 de julho de 1972, portanto, aos 50 anos (completaria 51 dali a dois meses e dois dias).
    Em 1981, foram publicadas algumas coletâneas dos desenhos de Carlos Estevão pela editora Record. Em uma página com dados biográficos, foi informado que ele havia falecido em 14 de julho de 1970. Com base nessa informação, o erro foi reproduzido várias vezes nos últimos 25 anos.
    Carlos Estevão faleceu em 1972 e só chegou a conhecer a primeira neta, Mariana, nascida no mesmo ano.
    .
  • Carlos Estevão foi noivo durante 26 anos?
    Não. Esta informação, completamente equivocada, está no livro Cobras Criadas (Editora Senac, páginas 191 e 192). Carlos Estevão casou com Neusa Torres Correia de Araújo em agosto de 1945, aos 24 anos de idade. O casal teve três filhos - Carlos Estevão, Jáder e Doris - e permaneceu casado até 1961. Naquele ano, foi homologado o desquite (ainda não havia divórcio no Brasil) e Carlos foi morar em Belo Horizonte (MG) com Helena, sua nova companheira, com que viveria até o final de sua vida. Dessa união nasceu Stephanie.
    Portanto, Carlos Estevão passou 26 anos casado. Quinze anos com Neusa; onze com Helena.
    De onde veio, então, essa história de noivo por 26 anos? Quem passou por essa experiência foi seu tio Joca. A história é citada no perfil de Carlos Estevão escrito por Fernando Richard para a revista O Cruzeiro de 10 de fevereiro de 1970. Confira aqui.
    .

Fixações do desenhista

  • Além dos ataques à vaidade feminina e aos martírios da vida de casado; podem ser encontradas outras fixações na obra de Carlos Estevão. A figura do psicanalista, sereias e discos voadores são algumas delas.
    .

Carlos Estevão no Orkut

  • Familiares, amigos e admiradores fazem parte da Comunidade Carlos Estevão, no Orkut. Você também pode fazer parte e participar dos debates, dar informações, contar histórias, deixar seu depoimento e trocar idéias com os outros membros.
    .

Mais Carlos Estevão.

  • Veja mais trabalhos de Carlos estevão no site dedicado à revista O Cruzeiro.
    .

Página principal do site MEMÓRIA VIVA